Estudos Q

O estudo de metodologia-Q para explorar as perspectivas das partes interessadas nas políticas de saúde publica.

Mesmo quando as partes interessadas partilham um comprometimento para promover a saúde publica, opiniões sobre como atingir este golo da melhor forma pode diferenciar significamente. Isto não é surpreendente uma vez que diferente parte interessada tem obrigações, preocupações, interesses, prioridades e preferências diferentes.

Consequentemente, partes interessadas podem ter posições diferentes relativamente como problemas de saúde publica relacionados a extração de recursos, podem ser direcionados. Para uma política ser implementada e efectiva, tem que haver uma aceitação e legitimação mínima sobre as partes interessadas.

O estudo da metodologia-Q (estudo-Q) explora perspectivas de partes interessadas relevantes na Burkina Faso, Gana, Moçambique e Tanzânia em opções de políticas relacionadas a saúde publica nos projectos de extração de recursos naturais.

PRINCIPAIS OBJETIVOS

O estudo-Q …

  • identifica perspectivas gerais sobre políticas de saúde pública na extração de recursos naturais entre as partes interessadas.
  • revela áreas de acordo e desacordo entre diferentes grupos de partes interessadas.
  • facilitará um diálogo sobre políticas de saúde pública na extração de recursos.
  • analisa como fazer uso total de avaliações de impacto e fornece blocos de construção importantes para soluções de política.